02/10/2020 Notícias

Claretiano anuncia que vai assumir educação infantil do Imaculada Conceição

Depois do fim, o recomeço. Após anunciar o encerramento das atividades devido à crise financeira, o setor de educação infantil do Colégio Imaculada Conceição acaba de ganhar um sopro de esperança. O Colégio Claretiano informou que irá assumir as instalações físicas da escola e transferir seus alunos atuais para o local. A parceria começa a valer em 2021.

Desta forma, os estudantes do Imaculada têm a oportunidade de continuar no mesmo endereço, que agora passa a ser administrado pelo Claretiano. Não é garantido, no entanto, que professores e funcionários sejam reaproveitados.

O anúncio da parceria foi divulgado nesta sexta-feira (2). O Claretiano - Rede de Educação possui nove escolas em várias cidades brasileiras. Atua na capital mineira há 55 anos no Claretiano Colégio, situado também no bairro de Lourdes, região Centro-Sul da capital, a duas quadras do Imaculada.

Fundado há 104 anos e administrado pela Congregação das Filhas de Jesus, o Imaculada Conceição possui atualmente 85 alunos no ensino infantil, ciclo que vai do maternal à pré-escola e recebe crianças de 1 a 5 anos. Antes da pandemia eram mais de 100. No mês passado o tradicional colégio comunicou aos pais o enderramento da educação infantil da instituição, o que comoveu a comunidade escolar e rendeu até abaixo-assinado com mais de 2 mil assinaturas.

Otimismo mesmo na crise

A decisão do Claretiano chama atenção devido ao momento de crise pelo qual passam os colégios particulares, especialmente aqueles dedicados ao ensino infantil. É nesta fase onde se encontra a maior taxa de perda de matrículas ocorridas durante a pandemia. O próprio Claretiano confirma que perdeu cerca de 25% dos alunos do ensino infantil, mas a qualidade e amplitude das instalações do Imaculada Conceição, com pátios, brinquedotecas, salas de artes, cozinha infantil e piscina, foi um dos fatores que chamaram atenção da nova gestão.

A intenção do Claretiano é que pelo menos uma parcela dos pais e mães dos 85 alunos de educação infantil matriculados no Imaculada deixem seus filhos no mesmo endereço, conforme explica o diretor-geral da rede, padre Luiz Boteon. “Vamos dar continuidade na educação infantil. Vamos reunir com os pais na próxima semana e apresentar a proposta pedagógica e nosso modelo de ensino”, diz

A notícia amenizou um pouco o susto causado pelo anúncio de fechamento das portas da escola, segundo explica o presidente da Associação de Pais do Colégio Imaculada Conceição de Belo Horizonte. “Nos deixa aliviados saber que a escola será assumida”, diz Júlio César Sasdelli, que possui um filho de 4 anos no ciclo infantil.

Apesar do momento crítico que vive a educação durante a pandemia, o responsável pela rede de educação aposta no futuro. “Acreditamos que, de agora em diante, isso (a crise) está sendo superado e vamos voltar à normalidade. Os pais acreditam na educação”, avalia.

O grupo já tem experiência nesse tipo de negociação com outros colégios que decidiram fechar as portas. Assumiu escolas em Marabá (Pará) e Boa Vista (Roraima). No mês passado o Claretiano passou a administrar o colégio COC em Rio Claro, interior de São Paulo. “Preferimos escolas na região Norte, onde está o novo desenvolvimento do país”, informa o padre Luiz.

Deixe seu comentário

Comentários (0)

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.